FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Mulher de 29 Anos de Idade com Lesões Verrucosas e Icterícia

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 14/06/2018

Comentários de assinantes: 0

Paciente de 29 anos de idade, do sexo feminino, sem antecedentes patológicos dignos de nota. Apresenta quadro de lesões cutâneas progressivas há 3 meses, associadas a linfonodomegalias cervicais, tendo procurado vários serviços de emergência sem resolução do quadro. Há 1 mês, com piora do estado geral e coloração amarelada da pele. Apresenta alguns episódios de febre nesse período e, desde o início do quadro, tem perdido cerca de 10kg.

 

As lesões da pele podem ser vistas na Figura 1.

 

Figura 1 - Lesões da pele da paciente.

 

Os exames laboratoriais mostraram os seguintes resultados: Hb: 9,6g/dL; 16.490 leucócitos com 6% de bastonetes e 57% de segmentados, 7% de eosinófilos; ureia: 39mg/dL; creatinina: 1,0mg/dL; AST: 49u/L; ALT: 47u/L; fosfatase alcalina: 590u/L; bilirrubinas totais: 14,2mg/dL (bilirrubina direta de 12,5mg/dL); radiografia de tórax: sem alterações; ultrassonografia (USG) de abdome: sem dilatação de vias biliares extra-hepáticas.

Trata-se de paciente com lesões verrucosas disseminadas e linfonodomegalia associada a sintomas sistêmicos como febre e perda de peso. Apresenta, ainda, icterícia associada com aumento de fosfatase alcalina, o que define a presença de colestase, mas não apresenta dilatação de vias biliares extra-hepáticas, o que sugere que a paciente apresenta lesão infiltrativa hepática, provavelmente a mesma etiologia das lesões cutâneas.

As hipóteses incluem doenças neoplásicas, principalmente hematológicas, infecções fúngicas, doenças granulomatosas, entre outras condições. A biópsia revelou lesão granulomatosa e, na cultura, houve crescimento de Paracoccidioides brazilliensis, fazendo o diagnóstico de paracoccidioidomicose. A paciente não apresentava manifestações pulmonares, que podem não se manifestar sobretudo em fases agudas da doença.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal