FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Cancer de Bexiga Renal e Testicular" obteve 20 resultados.

Página:  de 2

16/08/2016

Revisões Internacionais

Câncer de Bexiga, Renal e Testicular

...ça não tenha sido expressiva, a ordem de magnitude se assemelha à diferença entre MVAC e a cisplatina como agente único no Intergroup Advanced Bladder Cancer Study,43,44 teste que levou ao estabelecimento da MVAC como padrão de tratamento de câncer metastático de bexiga. Além disso, as caudas das curvas de sobrevida eram estatisticamente diferentes. Entretanto, os críticos sugeriram que os resulta......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... Poliúria. t Alterações de peso. t Distúrbios visuais (1,5%) Orientações às pacientes t Orientar quanto a necessidade de obedecer rigorosamente o horário de administração. t Orientar para o esquecimento de uma dose: ingerir assim que a paciente lembrar. Não tomar duas doses juntas. O esquecimento de doses deve sempre ser informado ao médico. t Alertar quanto a possibilidade de nascimento......

Ver Índice

08/09/2014

Revisões

Urologia pediátrica

...ada, nem em testículos ectópicos. A hormonoterapia mais utilizada no Brasil é o HCG. Alguns estudos demonstraram um sucesso de 12% na descida com o uso de hormônio; além disso, sugerem que o uso após a orquidopexia pode aumentar a contagem de células germinativas. Entretanto, não há dados suficientes para comprovar a relevância clínica. O tratamento cirúrgico está indicado após os 6 meses e ante......

Ver Índice

30/01/2015

Remédios

Oximetolona

...ígado, ou diminuição da função cardíaca (pode haver retenção de sódio e água e risco de insuficiência cardíaca); história de doença arterial coronariana, ou história de infarto do miocárdio (risco de hipercolesterolemia). Reações que podem ocorrer (sem incidência definida) Dermatológico: acne (espinha); cor amarelada na pele e nos olhos (icterícia); pele oleosa; vermelhidão na pele. Endócri......

Ver Índice

19/12/2017

Revisões Internacionais

Doença Renal em Pacientes Cancerosos

...ientes que precisam fazer diálise têm prognósticos muito ruins, com risco estimado de mortalidade de, aproximadamente, 80%.81?83 De um modo geral, a etiologia de LRA é multifatorial e depende do regime de condicionamento. Em decorrência do risco mais elevado de complicações sépticas graves e de toxicidades em outros órgãos (principalmente, toxicidade hepática, com potencial para desenvolver SHR),......

Ver Índice

06/02/2010

6 Medicamentos Utilizados no Manejo das Neoplasias

Ifosfamida

... Mieloma Múltiplo (Indução de Terapia Prévia ao Transplante) • Regime DIME: dexametasona 24 mg, ifosfamida 3 g/m² e epirrubicina 80 mg/m², por via intravenosa, dados em 2 ciclos. • Regime VIP: etoposídeo 75 mg/m², ifosfamida 1,2 g/m² e cisplatina 20 mg/m² ou carboplatina 300 mg/m² (regime ICE), por via intavenosa. Observações: • Infundir a solução de ifosfamida durante 30 min......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

S

.... t Lactentes e crianças: 3 a 6 mg/kg de ferro elementar, por via oral, a cada 24 horas ou dividido a cada 8 ou 12 horas. Dose máxima diária: 200 mg. Profilaxia em situações de alto risco para deficiência de ferro (casos de deficiência dietética, síndrome de má-absorção) t Com menos de 5 anos: 2 mg/kg de ferro elementar, por via oral, a cada 24 horas. Dose máxima diária: 30 mg de ferro ele......

Ver Índice

03/02/2011

Revisões

Tumorações Renais

... se nota grande tumor renal direito com comprometimento de veia cava. O tumor apresenta áreas de necrose (mais escuras) e comprometimento da gordura perirrenal. A foto à direita mostra a peça cirúrgica derivada da nefrectomia radical e da ressecção do trombo tumoral (lesão menor). Quando os trombos tumorais são infra-hepáticos (níveis I e II), a nefrectomia radical com remoção dos trombos ......

Ver Índice

19/03/2012

Revisões Internacionais

Imunologia de tumores – Bruce G. Redman, DO / Alfred E. Chang, MD, FACS

...ue não expressa as moléculas acessórias necessárias pode causar apoptose ou anergia na célula T e, assim, prevenir uma resposta imune. Figura 2. Interação da célula T com uma APC dendrítica. As células T auxiliares reconhecem antígenos associados ao MHC de classe II. As células T citotóxicas reconhecem antígenos associados ao MHC de classe I. A liberação de IL-2 pela célula T auxilia......

Ver Índice

29/09/2015

Revisões Internacionais

Transplante renal 1: visão geral – avaliação de receptores e imunossupressão

...igação FK (FKBP). Ao contrário do o tacrolimo, o complexo sirolimo-FKBP inibe a rota do mTOR ligando-se diretamente ao complexo mTOR 1 (mTORC1) que participa no processo de proliferação celular.78 O sirolimo pode provocar função tardia grave dos enxertos e cicatrização insatisfatória da incisão no período pós-transplante, sendo que na maioria dos centros este fato limitou sua importância como agen......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal