FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Eritema Marginado" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

17/11/2008

Revisões

Febre Reumática

...pós a infecção e caracteriza-se pelo acometimento articular, cardíaco, cutâneo, subcutâneo e neurológico. EPIDEMIOLOGIA A febre reumática (FR), associada à cardite, continua representando um importante problema de saúde pública no Brasil, ao contrário do que ocorre em países desenvolvidos, onde se observa uma incidência bastante reduzida em função de melhor qualidade de vida e ma......

Ver Índice

25/04/2012

Revisões Internacionais

Manifestações cutâneas das doenças sistêmicas – Mark Lebwohl, MD

...usas de livedo reticular – uma condição que pode ser fisiológica ou decorrente de condições como o lúpus eritematoso sistêmico ou a poliarterite nodosa. Figura 20. As alterações cutâneas vasculares da síndrome de Sneddon assemelham-se ao livedo reticular. Esclerose tuberosa A esclerose tuberosa é uma doença autossômica dominante, que afeta a pele e o sistema nervoso. Mutações ......

Ver Índice

26/01/2012

Revisões Internacionais

Infecções por cocos gram-positivos

...a M, que é um marcador crucial de virulência porque impede a fagocitose pelos leucócitos polimorfonucleares. Os anticorpos anti-M conferem proteção porque opsonizam as bactérias e, deste modo, facilitam sua fagocitose e destruição. Entre os estreptococos do grupo A, existem mais de 120 proteínas M antigenicamente diferentes e, portanto, mais de 120 tipos M. A tipificação das proteínas M das cepas ......

Ver Índice

12/04/2009

Revisões

Dermatologia Geriátrica

...ores, anti-inflamatorios não-hormonais e inibidores da ECA, é frequente nos idosos. Quanto ao tratamento, os idosos podem apresentar limitações na aplicação de terapias tópicas e dificuldades para frequentar as sessões de fototerapia. Nesses casos, a solução é o uso de tratamentos sistêmicos, principalmente de metotrexato, lembrando que a diminuição do clearance de creatinina nos pacientes idoso......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Artrites Infecciosas Agudas

...or microorganismos, freqüentemente bactérias. A artrite pós-infecciosa define-se pela presença de antígenos microbianos na articulação comprometida, como ocorre na artrite pós-meningocócica ou na poliarterite nodosa conseqüente à infecção pelo vírus da hepatite B. Na artrite reativa, verifica-se a presença de um processo inflamatório articular conseqüente a uma infecção à distância, como é o caso ......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Artrites Infecciosas Agudas

... A e B, S. viridans), bacilos Gram-negativos (11%-32%) e anaeróbios (2%) (tabela 2). Em crianças, as bactérias mais comuns, conforme a faixa etária são: · neonatos – Staphylococcus aureus, estreptococos, bacilos Gram-negativos; · < 2 anos – Haemophilus influenzae, Staphylococcus aureus; · 2-15 anos – Staphylococcus aureus, Streptococcus pyogenes. ......

Ver Índice

30/01/2018

Revisões Internacionais

Artrite Reumatóide: Etiologia e Patogênese

...ais para a articulação. O TNF é especialmente importante porque pode induzir a proliferação de sinoviócitos, a produção de colagenase e a liberação de prostaglandina. A expressão excessiva generalizada do TNF pode induzir artrite em camundongos. A IL-5, produzida por macrófagos, compartilha muitas atividades com a citocina IL-2 derivada de células T. A IL-5 aumenta a capacidade das células T para......

Ver Índice

14/05/2012

Revisões Internacionais

Artrite reumatoide – Gary S. Firestein

...posta a estes antígenos não é específica para AR. De fato, a resposta é ainda mais proeminente na artrite reativa. O comprimento telomérico nas células T reumatoides é mais curto do que nas células T normais, sugerindo que as células T reumatoides passaram por ciclos de divisões múltiplas ou apresentam sinais de “envelhecimento” prematuro. A imunodesregulação foi observada nas células T do sangu......

Ver Índice

18/01/2016

Revisões

angioedema

...o no deltoide. A administração subcutânea de epinefrina tem absorção errática e retardada, uma vez que é dependente do fluxo de sangue subcutaneo, que pode ser comprometida durante esses episodios. A dose inicial em adultos é de 0,2 mL a 0,5 mL. Repete-se a cada 5 a 15 minutos, conforme necessário. A dose para crianças é de 0,01 mg / kg (no máximo 0,3 mg) da diluição de 1: 1.000. Em pacientes obe......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal