FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Vacina Contra Raiva" obteve 25 resultados.

Página:  de 3

11/02/2015

Remédios

Vacina Contra Raiva

...(sem incidência definida) Dermatológico: coceira. Gastrintestinal: náusea; vômito. Local da injeção: dor no local da aplicação; inchaço; vermelhidão; prurido. Musculoesquelético: dor muscular. Sistema nervoso central: dor de cabeça; tontura. Atenção com outros produtos A Vacina Contra Raiva •pode ter sua ação diminuída por: cloroquina; imunossupressor; corticosteroide; radioterapia. ......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina contra Raiva (Uso Humano, Cultivo Celular)

...enos de 14 dias, bem como a uso tópico ou injetável localizado (intra-articular, bursal ou em tendão) ou em terapia de substituição na doença de Addison. • Ciclosporina: diminui resposta imunológica à vacina. Se possível, efetuar a vacinação 2 a 4 semanas antes de iniciar o tratamento com ciclosporina. • Cloroquina e outros antimaláricos relacionados, como mefloquina: há relatos de red......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Raiva

...RORAB (Sanofi Pasteur) USO INJETÁVEL Injetável (pó) VERORAB Armazenagem Antes de Aberto Sob refrigeração (2-8ºC). Proteção à luz: sim, necessária. Não congelar. O QUE É Vacina de vírus inativados contra raiva. PARA QUE SERVE Raiva (prevenção antes da exposição) (prevenção pós-exposição). Não indicada para indivíduos já com manifestações clínicas da raiva. COMO AGE A va......

Ver Índice

31/03/2015

Revisões Internacionais

Zoonoses Virais

...Omsk, na Rússia [ver Tabela 1]. Ambas são doenças transmitidas por carrapato que, se comparadas à doença por ?avivírus transmitida por mosquito, são raras. Vírus da família Bunyaviridae Febre hemorrágica da Crimeia-Congo Epidemiologia e etiologia. A febre hemorrágica da Crimeia-Congo (FHCC) viral (família Bunyaviridae, gênero Nairovirus) é transmitida por carrapatos, primariamente do gênero......

Ver Índice

18/11/2015

Revisões Internacionais

Mordidas e picadas – Lawrence M. Lewis, William H. Dribben, Mark D. Levine

...ista inadvertido pisa na arraia enterrada no chão. O peixe, agindo de maneira reflexa, chicoteia a cauda para cima e introduz seus espinhos na vítima. O espinho venenoso tem uma ponta afiada com bordas serrilhadas que costumam causar uma laceração denteada, além de um ferimento com perfuração. Ocasionalmente, um espinho se quebra e persiste dentro do ferimento.251,252 A maioria dos envenenamentos ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

... as concentrações plasmáticas de valproato; pode ser necessário aumento de dose. Considerar a substituição do aciclovir por outro antiviral. t Ácido acetilsalicílico: pode resultar no aumento da concentração de valproato livre. Uma única dose não representa problemas, entretanto, com doses repetidas, monitorar a concentração plasmática do valproato de sódio. t Betamiprona: pode resultar na dimin......

Ver Índice

29/05/2014

Revisões Internacionais

Recomendações de saúde para viajantes internacionais

...erapia antirretroviral pós-exposição são discutidas em outro capítulo [ver 7:XXXIII HIV e Aids]. Caso a disponibilidade da terapia antirretroviral selecionada não seja garantida nos locais de trabalho ou estudo, o viajante deve levar consigo a medicação em quantidade suficiente para assegurar um curso de 28 dias de terapia antirretroviral. A estadia nos principais resorts e hotéis de 1ª classe e......

Ver Índice

15/05/2017

Revisões Internacionais

Febre Após Retorno de Viagem

...llance Network. Travel-associated illness trends and clusters, 2000–2010. Emerg Infect Dis 2013;19:1050–9. 10. Jelinek T, Mühlberger N, Harms G, et al; European Network on Imported Infectious Disease Surveillance. Epidemiology and clinical fea-tures of imported dengue fever in Europe: sentinel surveillance data from TropNetEurop. Clin Infect Dis 2002;35:1047–52. 11. Boggild AK, Geduld J, L......

Ver Índice

31/10/2018

Revisões

Raiva Humana

...posição, preferencialmente dentro de 24 horas. Se a HRIG não foi administrada quando do início da vacinação, pode ser até 7 dias após a administração da primeira dose da vacina. O músculo deltoide é o único local aceitável de vacinação para adultos e crianças mais velhas. Para crianças menores, o aspecto externo da coxa (aspecto anterolateral) pode ser usado. A vacina nunca deve ser administrada ......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...uadro 2, em caso de esquema vacinal incompleto Observação: o controle sorológico é exigência básica para a correta avaliação da pessoa vacinada. Importante Deve-se fazer o controle sorológico anual dos profissionais que se expõem permanentemente ao risco de infecção ao vírus da raiva, administrando-se uma dose de reforço sempre que os títulos forem inferiores a 0,5 UI/ml. Repetir a sorolog......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.