FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Suplementação de cálcio aumenta o risco cardiovascular

Autor:

Leonardo da Costa Lopes

Especialista em Geriatria pela SBGG; Médico Colaborador do Serviço de Geriatria do HC-FMUSP; Médico Assistente da Divisão de Clínica Médica do HU-USP

Última revisão: 27/08/2010

Comentários de assinantes: 0

Suplemento de cálcio e risco cardiovascular

 

Efeito de suplementos de cálcio no risco de infarto do miocárdio e eventos cardiovasculares: uma meta-análise1

 

Fator de impacto da revista (British Medical Journal): 12.827

 

Contexto Clínico

A osteoporose é uma grande causa de morbidade e mortalidade em idosos. O uso de cálcio tem se tornado cada vez mais disseminado nesta população e, enquanto alguns estudos populacionais sugerem que a ingestão de cálcio possa prevenir doenças vasculares2, outros indicam que esses suplementos aceleram a calcificação vascular.

    

O Estudo

Trata-se de uma metanálise, idealizada para avaliar a influência da suplementação de cálcio no risco de eventos cardiovasculares. Foram incluídos 15 estudos (publicados até março de 2010), randomisados, duplo-cegos e placebo-controlados. Os estudos selecionados incluíam ao menos 100 pacientes, todos com mais de 40 anos, acompanhados por pelo menos 1 ano e sob uso de suplementos de cálcio (> 500mg/dia) com mais de 75% de adesão à terapêutica. Não foram incluídos estudos que avaliaram a associação de cálcio com vitamina D contra placebo, já que o uso de vitamina D está associado à redução de mortalidade3. Os desfechos cardiovasculares estudados foram infarto agudo do miocárdio (IAM), AVC e morte súbita.

De acordo com os dados disponibilizados pelos autores dos estudos selecionados, foi possível classificá-los de acordo com a riqueza de detalhes fornecidos. Em 5 estudos os autores disponibilizaram todos os dados a respeito dos fatores de risco de seus pacientes e desfechos cardiovasculares (correspondendo a 63% da amostra). Em 6 estudos foram obtidos dados parciais (totalizando 85% de dados desta natureza) e em 2 estudos, nenhum dado adicional foi obtido (7% da amostra).  

               

Resultados

Os estudos selecionados envolveram 12.843 pacientes, acompanhados em média por 3 a 4 anos. Mais de 85 % dos participantes eram mulheres e a idade média dos participantes foi de 75 anos. Observou-se, nos pacientes recebendo suplemento de cálcio, um aumento de 27% a 31% no risco de IAM, de acordo com o tipo de estudo analisado (p=0,03). Além disso, a suplementação de cálcio esteve associada a aumento do risco de IAM nos indivíduos que apresentavam ingestão de cálcio acima da média (805 mg/dia). Não houve aumento significativo na incidência de AVC ou em desfechos compostos incluindo a morte súbita. A taxa de mulheres em uso de reposição hormonal foi menor que 3%.

  

Aplicações para a Prática Clínica

Os suplementos de cálcio, especialmente se não acompanhados da reposição de vitamina D estão associados a um aumento no risco de IAM. O estudo “Women’s Health Initiative” (WHI) já havia observado que a reposição de cálcio com vitamina D não apresenta efeitos sobre o risco de doença arterial coronária ou AVC5. É necessário, portanto, reavaliar com cuidado a suplementação ampla de cálcio no tratamento da osteoporose. Enquanto o NNT (número necessário para tratar) da reposição de cálcio para a prevenção de uma fratura em cinco anos de tratamento é estimado em torno de 26, o NNH (número necessário para causar dano) no mesmo período foi de 71 para IAM, 100 para AVC e 76 para morte.  

Os autores do estudo sugerem que os malefícios do cálcio podem estar associados diretamente à suplementação, já que em outros estudos prospectivos, mulheres que ingeriam mais cálcio na dieta apresentavam menor mortalidade cardiovascular2,4. Neste sentido, especialmente nos pacientes com mais fatores de risco cardiovascular, deve-se considerar o reforço de orientação para uma ingestão alimentar de cálcio mais adequada, que possa prescindir do uso de suplementos. Ênfase também deve ser dada à reposição de vitamina D.

           

Bibliografia

1.Bolland MJ, Avenell A, Baron JA, Grey A, MacLennan GS, Gamble GD. Effect of calcium supplements on risk of myocardial infarction and cardiovascular events: meta-analysis. BMJ 2010;341:c3691.

2. Bostick Rm, Kushi LH, Wu Y, Meyer KA, Sellers TA, Folsom AR. Relation of calcium, vitamin D and dairy food intake to ischemic heart disease mortality among postmenopausal women. Am J Epidemiol 1999;30:1772-9.

3. Autier P, Gandini S. Vitamin D supplementation and total mortality: a meta-analysis of randomized controlled trials. Arch Intern Med 2007;167:1730-7. 

4. Iso H, Stampfer MJ, Manson JE, Rexrode K, Hennekens CH, Colditz GA et al. Prospective study of calcium, potassium and magnesium intake and risk of stroke in women. Stroke 1999;30:1772-9.

5. Hsia J, Heiss G, Ren H, Allison M, Dolan NC, Greenland P, et al. Calcium/vitamin D supplementation and cardiovascular events. Circulation 2007;115:846-54.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal