FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eventos Cardiovasculares e Morte em Idosos Tratados com Rosiglitazona ou Pioglitazona

Autor:

Leonardo da Costa Lopes

Especialista em Geriatria pela SBGG; Médico Colaborador do Serviço de Geriatria do HC-FMUSP; Médico Assistente da Divisão de Clínica Médica do HU-USP

Última revisão: 24/10/2010

Comentários de assinantes: 0

Risco de infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e morte em idosos do Medicare tratados com rosiglitazona ou pioglitazona1 [Link para Abstract].

 

Fator de Impacto da Revista (Journal of American Medical Association): 31.718

 

Contexto Clínico

Estudos clínicos têm sugerido que o uso da rosiglitazona pode estar associado a um aumento no número de eventos cardiovasculares2, quando comparada a outras drogas para tratamento do diabetes.

 

O Estudo

Foi realizado um estudo nos EUA, observacional e retrospectivo, com 227.571 usuários do Medicare com 65 anos ou mais. Estes usuários deveriam estar em uso de pioglitazona ou rosiglitazona e foram acompanhados por 3 anos após a prescrição inicial. O objetivo foi determinar se o risco de eventos cardiovasculares em usuários de rosiglitazona estava aumentado se comparado ao observado em usuários da pioglitazona. Os principais desfechos analisados foram ocorrência de infarto agudo do miocárdio (IAM), acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca (IC) e morte.

 

Resultados

A idade média dos participantes foi de 74 anos. Cerca de 60% dos participantes eram do gênero feminino. No tempo de observação descrito, a razão de risco para IAM no grupo rosiglitazona foi de 1,06 (0,96-1,18), para AVC foi de 1,27 (1,12-1,45), para IC foi de 1,25 (1,16-1,34) e para morte por qualquer causa foi de 1,14 (1,05-1,24). Numa medida de desfecho composto que envolvia todos esses diagnósticos, a razão de risco foi de 1,18 (1,12-1,23). O NNH (número necessário para provocar dano) foi estimado em 60, para 1 ano de tratamento.

 

Aplicações para a Prática Clínica

Neste trabalho, os autores buscam demonstrar que os efeitos adversos detectados durante o uso da rosiglitazona não são observados – ao menos na mesma intensidade - com o uso da pioglitazona. Isto sugere que os efeitos deletérios são ligados grandemente à rosiglitazona e não à classe das tiazolidinedionas. A rosiglitaziona esteve associada a um aumento no risco de AVC, IC e morte em idosos com 65 anos ou mais. Trabalhos anteriores já haviam sugerido ser a pioglitazona de uso relativamente seguro, produzindo redução em desfechos como IAM, AVC e morte3, apesar de também estar relacionada ao aumento do risco de IC, segundo informações da própria indústria produtora do medicamento. Assim sendo, deve ser considerada fortemente a interrupção de novas prescrições de rosiglitazona na população idosa. A substituição por pioglitazona ou outra droga hipoglicemiante deve ser discutida individualmente, levando-se em conta fatores como tolerância, nível de controle glicêmico a ser obtido e custos.

 

Bibliografia

1.    Graham DJ, Ouellet-Hellstrom R, MaCurdy TE, Ali F, Sholley C, Worrall C et al. Risk of acute myocardial infarction, stroke, heart failure and death in elderly Medicare patients treated with rosiglitazone or pioglitazone. JAMA 2010;304(4):411-18.

2.    Nissen SE, Wolski K. Effect of rosiglitazone on the risk of myocardial infarction and death from cardiovascular causes. N Engl J Med 2007;356(24):2457-71.

3.    Lincoff AM, Wolski, Nicholls SJ, Nissen SE. Pioglitazone and risk of cardiovascular events in patients with type 2 diabetes mellitus: a meta-analysis of randomized trials. JAMA 2007;298(10)1180-8.

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal