FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Terapia Cognitiva para Recorrência de Depressão

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 28/08/2015

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

Indivíduos com histórico de depressão recorrente têm um alto risco de recaída ou recorrência depressiva repetida. Antidepressivos como manutenção por pelo menos dois anos tem sido o atual tratamento recomendado, mas muitas pessoas estão interessadas em alternativas à medicação. A terapia cognitiva baseada em Mindfulness (MBCT) já foi demonstrada como capaz de reduzir o risco de recaída ou recorrência em comparação com os cuidados habituais, mas ainda não foi comparada com o tratamento antidepressivo de manutenção. O objetivo do estudo que mostraremos foi verificar se MBCT com suporte para diminuir ou interromper o tratamento antidepressivo (MBCT-TS) foi superior aos antidepressivos de manutenção para a prevenção da recaída da depressão ou recorrência ao longo de 24 meses.

 

O Estudo

Neste ensaio clínico cegado paralelo de grupos randomizados (PREVENT), recrutamos pacientes adultos com três ou mais episódios depressivos major anteriores e em uso de dose terapêutica de antidepressivos de manutenção. Os participantes foram aleatoriamente designados para MBCT-TS ou antidepressivos de manutenção (em uma proporção de 1: 1) com uma sequência de números aleatórios gerados por computador com estratificação por centro e estado sintomático. Os participantes estavam cientes da alocação de tratamento e avaliadores de pesquisa foram mascarados para alocação de tratamento. O desfecho primário foi o tempo para a recaída ou recorrência da depressão, com pacientes em acompanhamento em cinco intervalos durante o período de estudo de 24 meses

Entre 23 de março de 2010 e 21 de outubro de 2011, foram avaliados 2.188 participantes com elegibilidade, dos quais foram recrutados 424 pacientes de 95 clínicas gerais. Do total, 212 pacientes foram aleatoriamente designados para MBCT-TS e 212 para os antidepressivos  de manutenção. O tempo para a recaída ou recorrência da depressão não diferiu entre MBCT-TS e manutenção antidepressivos mais de 24 meses (hazard ratio 0,89; IC95%: 0,67-1,18; P = 0,43), nem o número de eventos adversos graves. Foram relatados cinco eventos adversos, incluindo duas mortes, em cada um dos grupos de manutenção com antidepressivos e MBCT-TS. Não houve eventos adversos atribuíveis às intervenções do estudo.

 

Aplicações Práticas

Estes resultados mostram que MBCT é uma alternativa viável para os antidepressivos de manutenção para a prevenção da recidiva em doentes com depressão major recorrente. Isso pode ser uma saída para muitos pacientes deprimidos que preferem evitar antidepressivos devido aos efeitos adversos ou por preferência pessoal ou que aderem mal à sua medicação. Possíveis vantagens de combinar MBCT e antidepressivos ainda não são conhecidas.

 

Bibliografia

Kuyken W et al Eficácia e custo-efetividade da terapia cognitiva baseada em mindfulness comparado com o tratamento antidepressivo de manutenção na prevenção da recaída da depressão ou de reincidência (PREVENIR):. Um estudo randomizado controlado Lancet 2015 Apr 20 ; [E-pub]. ( http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(14)62222-4).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal