FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Editorial MedicinaNET - Janeiro - 2018

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 17/01/2018

Comentários de assinantes: 0

Tecnologia e Disrupção na Medicina

 

A área da saúde, incluindo a medicina, está passando por transformações profundas. É possível que o modelo vigente se modifique com as soluções tecnológicas disruptivas que estão surgindo. Estima-se que todos os líderes de saúde tenham que aprender a gerenciar a mudança que será imposta nos próximos 5 a 10 anos.

Para elucidar melhor a questão, tem-se o exemplo de um grupo de pesquisadores de Stanford, que disse que construiu um algoritmo que pode diagnosticar pneumonia em radiografias de tórax melhor do que os radiologistas humanos médios. Os pesquisadores desenvolveram um algoritmo, usando mais de 112 mil radiografias de tórax, que consegue identificar 14 tipos de condições médicas e diagnosticar pneumonia melhor do que um grupo de quatro radiologistas, conforme um estudo publicado.

Em contrapartida, Atul Gawande, um renomado cirurgião da Harvard, afirma que a inteligência artificial não será um substituto da medicina, em parte porque o diagnóstico de um ser humano é altamente variável. Assim, ele não acredita que um paciente possa obter um diagnóstico preciso ao, simplesmente, retransmitir seus sintomas para um programa. Uma das razões da sua descrença é que os sintomas do paciente são muitas vezes confusos e imprecisos, enquanto a aprendizagem automática requer pontos de dados limpos.

De acordo com o cirurgião, os sintomas do paciente são “mais uma narrativa” do que “um conjunto direto de dados”. Sendo assim, é mais provável que a inteligência artificial seja uma ferramenta para melhorar a tomada de decisão do médico, e não algo que substitua o profissional. De qualquer modo, para refletir, fica a pergunta: o que será que o futuro reserva para a área da medicina?

 

Atenciosamente, Os Editores.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.