FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Fenitoina" obteve 373 resultados.

Página:  de 38

02/05/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Fenitoína Sódica

...atase alcalina, cálcio, vitamina B12, folato, glicemia e função tireoideana que podem alterar-se com fenitoína. • Categoria de risco na gravidez (ADEC): D (ver apêndice A). • Cautela em pacientes com diabetes melito (hiperglicemia), insuficiência cardíaca congestiva, insuficiência hepática e doença renal. • Evitar a retirada abrupta (pode precipitar estado de mal epiléptico). ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

F

...sponibilidade: completa. t Pico de concentração: 1 hora. t Metabolismo: hepático. t Eliminação: renal. t Meia-vida de eliminação: 2 – 4 horas Efeitos adversos t Catarata, glaucoma. t Síndrome de Cushing (obesidade do tronco, face de lua cheia, comprometimento na cicatrização de feridas, estrias, edema, corcova de búfalo), hiperglicemia, insuficiência adrenocortical. t Tuberculose pulmo......

Ver Índice

12/01/2015

Remédios

Fenitoína

...de 125 mg, 3 vezes por dia. As doses são ajustadas a cada semana. nevralgia do trigêmeo: 200 a 600 mg por dia, em doses divididas. Idosos anticonvulsivante: dose inicial de 3 mg por kg de peso corporal por dia, em doses divididas. As doses são ajustadas de acordo com a resposta clínica. Crianças anticonvulsivante: dose inicial de 5 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 2 ou 3 tomad......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...arestesia, hipostesia, desordens do movimento, astenia. t Exantema (raramente eritema multiforme e necrólise epidérmica tóxica), prurido, eritema nodoso, petéquias. t Vasculite. t Aumento de ureia e creatinina. t Fotossensibilidade, reações de hipersensibilidade (febre, urticária, angioedema,anafilaxia). t Artralgia, mialgia, tenossinovite, inflamação e dano no tendão (especialmente em idos......

Ver Índice

25/11/2016

Revisões Internacionais

Epilepsia e transtornos relacionados

...s não é possível detectar a condição subjacente causadora da epilepsia sintomática. Classificação revisada Em 2010, a ILAE apresentou uma proposta de revisão na classificação de convulsões e de epilepsias.7 A alteração mais significativa foi a eliminação da distinção entre CPS e CPC. A ILAE incentivou a descrição com embasamento no grau de comprometimento. A seguir, são descritas algumas prop......

Ver Índice

09/06/2009

Biblioteca Livre

Interações medicamentosas

...iácidos: pode reduzir níveis séricos do amprenavir (intervalo mínimo de duas horas). Cisaprida: não co-administrar. Antidepressivos tricíclicos: ? toxicidade (monitorar). Diltiazem: aumento da concentração sérica (?125%): reduzir dose do diltiazem em 50% e monitorar com ECG. Bepridil: não co-administrar. Ergotamina: não usar. Cisaprida: não co-administrar. Erva de São ......

Ver Índice

22/08/2009

Revisões

Crise Epiléptica

...uir causas potencialmente fatais, como síncope cardíaca. No contexto ambulatorial, a abordagem é direcionada a confirmar o diagnóstico e instituir tratamento adequado e individualizado. A referência para especialistas é recomendada sempre que possível, em especial nos casos em que houver dúvida e maior dificuldade no controle das crises. · O EEG é o exame mais importante na abordagem de paci......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

anticonvulsivantes

...erar na seleção de tratamento. Carbamazepina, em monoterapia, é eficaz, sendo agente de primeira escolha em crises parciais simples e complexas e nas generalizadas tônico-clônicas secundárias a uma descarga focal. Tem maior índice terapêutico do que fenitoína, e sua relação dose-concentração plasmática é linear. Tem menos efeitos adversos do que fenitoína ou fenobarbital, cuja incidência pode ser......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

anticonvulsivantes

...ica de diversas etiologias, caracterizada por manifestações recorrentes clinicamente diversificadas, entre as quais figuram as convulsões. Uma correta caracterização clínica de epilepsia e classificação das crises epilépticas orientam racionalmente o tratamento. A maioria dos pacientes com epilepsia não obtém remissão espontânea de sinais e sintomas. Logo, os antiepilépticos são prescritos para pr......

Ver Índice

21/07/2016

Revisões

Estado de Mal-Epiléptico

...ba sendo limitado à interpretação do EEG. O quadro clínico pode ser ainda mais complicado pela administração de drogas, principalmente anestésicos e analgésicos. As mioclonias podem parecer semelhantes a uma convulsão, mas em geral podem ser diferenciadas das convulsões devido a sua curta duração. Um alto índice de suspeita para estado de mal-epiléptico não convulsivo e um baixo limiar para realiz......

Ver Índice

Página:  de 38

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.