FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Fenitoina" obteve 359 resultados.

Página:  de 36

02/05/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Fenitoína Sódica

...ão, necrose epidérmica tóxica, hirsutismo, acne. • Agranulocitose, leucopenia, trombocitopenia, pancitopenia indicam imediata suspensão do tratamento, hiperplasia linfóide. • Lúpus eritematoso sistêmico. • Febre. • Constipação, hiperplasia gengival, náuseas, vômitos. • Hepatotoxicidade, hepatite medicamentosa, alterações transitórias de transaminases. • Osteomal......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

F

... t 100 a 200 mg, por via intramuscular, a cada 4 horas durante a cirurgia e continuar durante o período pós-operatório. Na administração intramuscular feita durante neurocirurgias, para pacientes previamente controlados por via oral, a dose intramuscular deverá ser 50% maior que a dose oral que vinha sendo utilizada. t 100 mg, por via oral, a cada 8 horas. Dose de manutenção: 100 mg por via oral......

Ver Índice

12/01/2015

Remédios

Fenitoína

...em termos de fenitoína sódica. Adultos e adolescentes estado epiléptico dose inicial: 10 a 15 mg por kg de peso corporal, não excedendo a velocidade de 50 mg por minuto. dose de manutenção: 100 mg cada 6 ou 8 horas, não excedendo a velocidade de 50 mg por minuto. A manutenção também pode ser feita por via oral: 5 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 2 ou 4 doses. Iniciar 12 a 24 ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... pacientes leucêmicos (pode causar nefropatia urêmica). – mucosite grave (requer maior espaçamento entre administrações ou redução da dose de idarrubicina em 25%). – lactação. t Monitorar a contagem sanguínea total periodicamente, assim como a função cardíaca, hepática e renal. t Categoria de risco na gravidez (FDA): D (ver Apêndice A). Esquemas de administração Adultos Le......

Ver Índice

25/11/2016

Revisões Internacionais

Epilepsia e transtornos relacionados

...a maioria das pessoas com novo início de convulsões não evolui para epilepsia. Etiologia Os esquemas atuais de classificação discriminam os tipos de convulsão e as síndromes epiléticas. O primeiro sistema amplamente adotado para classificar convulsões epiléticas foi publicado em 1970 por Gastaut.3 Desde então, foram feitas diversas revisões, obtendo-se outra compreensão, bem como novas técnic......

Ver Índice

09/06/2009

Biblioteca Livre

Interações medicamentosas

...e o risco de efeitos colaterais sistêmicos do corticosteróide. A fluticasona deve ser usada com cuidado, devendo-se considerar alternativas mesmo quando ministrada com IP não incrementado. INTERAÇÕES ENTRE ANTI-RETROVIRAIS, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS É comum que pessoas que estão em Terapia Anti-Retroviral (TARV) façam uso de substâncias psicoativas (álcool ou drogas) e medicamentos utilizados se......

Ver Índice

22/08/2009

Revisões

Crise Epiléptica

...do fólico antes do início da gestação e orientar aleitamento materno. · Idosos: doses menores, titulação lenta, monitorar efeitos colaterais, especialmente os cognitivos. · Insuficiência hepática, renal e co-morbidades clínicas: selecionar adequadamente as drogas para cada caso, considerando interações medicamentosas. · No estado de mal epiléptico, é imprescindível o manejo ráp......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

anticonvulsivantes

...ção hepática durante os seis primeiros meses de tratamento, especialmente em hepatopatas, em menores de três anos, em pacientes com doenças metabólicas e degenerativas e em pacientes em uso de outros anticonvulsivantes. Hepatite e pancreatite fulminantes e os distúrbios sanguíneos são eventos adversos que podem ser fatais. Os anticonvulsivantes estão associados a má-formações fetais, especialment......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

anticonvulsivantes

..., reiniciar o tratamento com tais fármacos é conduta eficaz (ver monografia, página 628). Fenitoína é eficaz no tratamento de crises parciais simples e complexas, com ou sem generalização secundária, e de crises tônico-clônicas generalizadas primárias. Em estado de mal epiléptico é dada em sequência ao diazepam. O risco de bloqueio A-V e de outras arritmias contraindica seu uso em pacientes cardi......

Ver Índice

21/07/2016

Revisões

Estado de Mal-Epiléptico

...ar baixo para entubação endotraqueal se sinais clínicos de insuficiência respiratória iminente são observados. Se a intubação é necessária, deve-se usar um bloqueador neuromuscular de curta ação, que permite a avaliação posterior do nível de consciência. O manejo envolve uma avaliação rápida do nível de glicose no sangue. Os pacientes recebem tiamina parenteral (até 500 mg intravenosa) antes ou co......

Ver Índice

Página:  de 36

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal