FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Novidades em endocrinologia publicadas em 2012

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 09/08/2013

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Endocrinologia / Ginecologia / Cardiologia

 

Resumo

Neste artigo, são apresentados dados de estudos relevantes na área de endocrinologia publicados ao longo do ano de 2012 em revistas de grande importância na área médica.

 

Hipertireoidismo subclínico e doença cardiovascular1

Em uma metanálise de estudos prospectivos de coorte, o hipertireoidismo subclínico foi associado com um aumento do risco de fibrilação atrial e eventos coronarianos, bem como aumento da mortalidade cardiovascular. Níveis de TSH < 0,1 mU/L, comparativamente a níveis entre 0,1 e 0,44 mU/L, foram associados com maiores riscos de FA e morte cardiovascular.

 

Anticoncepcionais e trombose arterial2

O maior estudo de coorte já feito sobre contracepção hormonal e risco de trombose arterial incluiu toda a população de mulheres da Dinamarca com idades entre 15 e 49 anos, que foram seguidas entre 1995 e 2009, com um total de 500 IAM e 1.000 AVC registrados entre as usuárias. Houve um pequeno, porém significativo, aumento de risco de AVC trombótico e IAM entre as usuárias de contraceptivo oral combinado (estrogênio e progesterona) com doses de etinilestradiol de 20 a 40 mcg quando comparadas com as não usuárias. Os riscos não foram diferentes entre grupos com base no tipo de progesterona usada nas pílulas. O risco de AVC também foi maior quando a via de uso era transdérmica ou vaginal (anel), mas este risco não foi possível de ser calculado em relação aos IAM. Não houve risco aumentado quando comparadas as usuárias de pílulas com apenas progesterona.

O risco absoluto de um evento com contraceptivo oral é muito baixo; entre 10.000 mulheres usuárias de pílulas que continham etinilestradiol 20 mcg ao longo de 1 ano, 2 tiveram um evento trombótico arterial (AVC ou IAM), o que é bem menos que a taxa de eventos venosos, que é de 6,8 mulheres na mesma proporção de usuárias.

 

Bibliografia

1.    Collet TH, Gussekloo J, Bauer DC, den Elzen WP, Cappola AR, Balmer P et al. Subclinical hyperthyroidism and the risk of coronary heart disease and mortality. Arch Intern Med. 2012;172(10):799.

2.    Lidegaard Ø, Løkkegaard E, Jensen A, Skovlund CW, Keiding N. Thrombotic stroke and myocardial infarction with hormonal contraception. N Engl J Med. 2012;366(24):2257.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal