FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Resultados de cirurgia bariátrica em adolescentes

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 18/04/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

A cirurgia bariátrica vem sendo cada vez mais utilizada para o tratamento de adolescentes com obesidade grave. Porém, há pouca literatura a respeito desse tema e faltam estudos prospectivos que sejam específicos dessa faixa etária, e que tenham examinado a eficácia e a segurança da cirurgia para perda de peso. E estes dados são importantes para fundamentar a tomada de decisão para um procedimento de alto custo e que não é isento de riscos.

 

O Estudo

Este foi um estudo observacional prospectivo que envolveu 242 adolescentes submetidos à cirurgia de perda de peso em cinco centros norte-americanos. Pacientes submetidos a Y de Roux para bypass gástrico (161 participantes) ou gastrectomia vertical (67) foram incluídos na análise.  Foram avaliados desfechos secundários, que incluíram alterações no peso corporal, evolução de doenças coexistentes, fatores de risco cardíaco e relacionados com qualidade de vida e de peso no pós-operatório e complicações. Os dados foram avaliados através de três anos após o procedimento.

A média (± DP) de idade da linha de base dos participantes foi de 17 ± 1,6 anos e o índice de massa corpórea média era de 53; 75% dos participantes eram do sexo feminino, e 72% eram brancos. Com três anos após o procedimento, o peso médio tinha diminuído em 27% (IC95% de 25 a 29) em toda a coorte, 28% (IC95% de 25 a 30) entre os participantes que se submeteram ao Y de Roux, e em 26% (IC95% de 22 a 30) entre aqueles que foram submetidos à gastrectomia vertical. Com três anos após o procedimento, remissão de diabetes tipo 2 ocorreu em 95% (IC95% de 85 a 100) dos participantes que tinham a condição na linha de base, a remissão da função renal anormal ocorreu em 86% (IC95% de 72 a 100), a remissão de pré-diabetes em 76% (IC95% de 56 a 97), remissão de hipertensão arterial em 74% (IC95% de 64 a 84) e remissão de dislipidemia em 66% (IC95% de 57-74). A qualidade de vida relacionada  com o peso também melhorou significativamente. No entanto, três anos após o procedimento bariátrico, hipoferritinemia foi encontrada em 57% (IC95% de 50 a 65) dos participantes, e 13% (IC95% de 9 a 18) dos participantes haviam sido submetidos a um ou mais procedimentos intra-abdominais adicionais.

 

Aplicações Práticas

Este é um estudo bastante interessante, mesmo sendo observacional (mas com a qualidade de ser prospectivo e multicêntrico). Aparentemente, os ganhos para os adolescentes quanto à realização de cirurgia bariátrica são bastante pronunciados no que diz respeito a comorbidades e doenças crônicas, com grande taxa de pacientes que conseguiram remissão de diabetes, pré-diabetes, hipertensão e dislipidemia, e esse talvez seja o maior ganho. A qualidade de vida também aumentou, algo de se esperar. A perda de peso não chegou a ser tão pronunciada, abaixo de 30% em três anos.

Os riscos não são desprezíveis. Quase 60% de hipoferritinemia e 13% dos casos precisando de novos procedimentos não é algo que podemos deixar de pensar.

É possível que obtendo dados de mais longo prazo com esses pacientes, o julgamento a respeito da realização de cirurgia bariátrica em adolescentes fique mais consistente, pois ainda não sabemos em longo prazo o que ocorre com esses jovens.

 

Referências

Inge TH et al. Weight Loss and Health Status 3 Years after Bariatric Surgery in Adolescents. N Engl J Med 2016; 374:113-123

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal