FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Nutricao" obteve 263 resultados.

Página:  de 27

13/06/2016

Artigos

Nutrição parenteral precoce x tardia em doentes críticos pediátricos

...cebendo nutrição parenteral precoce, nutrição parenteral foi iniciada dentro de 24 horas após a admissão na UTI, enquanto que para os 717 pacientes recebendo nutrição parenteral tardia, a nutrição parenteral não foi fornecida até a manhã do dia 8 de UTI. Em ambos os grupos, nutrição enteral foi tentada no início e micronutrientes intravenosos foram fornecidos. Embora a mortalidade tenha sido simi......

Ver Índice

16/09/2015

Biblioteca Livre

Agentes Empregados na Terapêutica de Nutrição Parenteral

...ara comer; e em alguns pacientes com disfunção renal ou hepática. A prescrição de nutrição parenteral deve ser realizada apenas por especialistas. O preparo requer condições apropriadas de ambiência, equipamentos e farmacêutico treinado para garantir a esterilidade e a composição do produto antes da administração. Cuidados específicos no manuseio de bolsas, equipos e cateteres também são impresc......

Ver Índice

16/09/2015

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Agentes Empregados na Terapêutica de Nutrição Parenteral

...mais de 180 g/dia exige monitoria frequente da glicemia e pode requerer o uso de insulina. As soluções hipertônicas de glicose (10% a 50%) devem ser infundidas em um cateter venoso central para evitar trombose2 (ver monografia, página 746). As emulsões lipídicas apresentam como vantagens: elevada proporção de energia por volume de fluido; pH neutro; iso-osmolaridade com o plasma; e fornecem ácid......

Ver Índice

12/12/2013

Revisões Internacionais

Nutrição enteral e parenteral – Thomas B. Nealis, Alan Buchman

.... Equal aspira­tion rates from postpylorus and intragastric-placed small-bore nasoenteric feeding tubes: a randomized, prospective study. JPEN J Parenter Enteral Nutr 1992;16:59–63. 75. Reed RL 2nd, Eachempati SR, Russell MK, et al. Endo­scopic placement of jejunal feeding catheters in critically ill patients by a “push” technique. J Trauma 1998;45:388–93. 76. Dezfulian C, Lavelle......

Ver Índice

14/05/2013

Manual de prevenção e controle de infecções para hospitais

Serviços de alimentação e nutrição

...o deve ser protegida com escudo para evitar que vidro quebrado entre em contato com os alimentos.1 Gerenciamento do surto de doenças transmitidas por alimentos Um surto causado por alimentos pode ser devastador a pacientes e PASs no hospital. Muitos pacientes têm condições comórbidas ou sistema imune comprometido, o que os torna suscetíveis a infecções por alimentos ou bebidas contaminadas. O......

Ver Índice

14/05/2013

Manual de prevenção e controle de infecções para hospitais

Serviços de alimentação e nutrição

...cresce entre 5°C e 60°C. Essa faixa é comumente chamada de “faixa de temperatura de perigo”.1 Os hospitais devem estar familiarizados com temperaturas seguras de armazenamento para os vários tipos de alimentos – incluindo os secos, os refrigerados e os congelados – e garantir que sejam armazenados de forma consistente nessas temperaturas. Os guias de temperatura adequada estão disponíveis em vário......

Ver Índice

14/11/2011

Artigos

Nutrição parenteral precoce vs. tardia em pacientes críticos

...MC = 17). O estudo O estudo teve um desenho multicêntrico, prospectivo e randomizado. Os pacientes foram alocados para o grupo NP precoce ou tardia na relação 1:1. Os médicos e os enfermeiros que cuidaram dos pacientes e os investigadores que analisaram os dados desconheciam para que grupo os pacientes haviam sido alocados. Os pacientes no grupo NP precoce receberam glicose a 20% nos primeir......

Ver Índice

07/03/2012

Artigos

Glutamina e selênio para suplementação de nutrição parenteral

...glutamina (54 vs. 52%; p=0,71). Também não houve nenhuma interação entre o selênio e a glutamina. Não houve diferenças também quanto à mortalidade na UTI no grupo com selênio vs. sem selênio (33 vs. 33%, p=0,98) e no grupo com glutamina vs. sem glutamina (35 vs. 32%, p=0,42). As mortalidades em 6 meses também não diferiram (com vs. sem selênio: 43 vs. 45%, p=0,54; com vs. sem glutamina: 46 vs. 42......

Ver Índice

Aulas

Nutrição no paciente crítico pediátrico - 31 min

...Aula gravada durante a Jornada de Emergências da Santa Casa de São Paulo, ocorrida em 25/3/2012. Nesta aula, a dra. Cristiane Kochi fala sobre quando e como iniciar a nutrição no paciente pediátrico grave.......

Conteúdo em vídeo

Aulas

Nutrição enteral precoce - 20 min

...Nesta aula, a dra. Melina Castro fala sobre estratégia nutricional precoce no paciente grave, tema relacionado às áreas de medicina hospitalar, nutrição, terapia intensiva, endocrinologia e clínica médica.......

Conteúdo em vídeo

Página:  de 27

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.