FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Índice de Choque na Emergência tem Relação com Admissão e Mortalidade

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 01/03/2017

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

O índice de choque (em inglês, shock index [SI]), definido como a proporção entre frequência cardíaca (FC) e pressão arterial sistólica (PAS), tem sido estudado como uma ferramenta de prognóstico alternativa para os sinais vitais tradicionais em estados e subgrupos de pacientes com doenças específicas. No entanto, a literatura sobre a sua utilidade na população geral do departamento de emergência (DE) ainda é escassa. O principal objetivo do estudo foi determinar a probabilidade de admissão e de mortalidade dos doentes internados com base na primeira medida de SI na apresentação inicial na população adulta em geral no DE em um centro de atendimento terciário.

 

 

O Estudo

Foi realizado um estudo retrospectivo de todos os pacientes adultos (=18 anos de idade) que se apresentaram no DE de um centro de cuidados terciários ao longo de um período de 12 meses. Razões de verossimilhança (em inglês, likelihood ratio [LR]) foram calculadas a fim de determinar o melhor cut-off de SI para a previsão de internação e de mortalidade hospitalar.

Foram analisados 58.336 ED pacientes entre 1/10/12 e 30/09/13. Um SI >1,2 foi associado a um grande aumento na probabilidade de admissão hospitalar, com uma LR positiva (+LR) de 11,69 (IC 95%, 9,50?14,39) e um aumento moderado do risco de mortalidade em pacientes internados com uma +LR de 5,82 (IC 95%, 4,31?7,85). Um SI >0,7 ou >0,9, isto é, os tradicionais cut-offs “normais” citados na literatura, foi associado somente com pequenos aumentos na probabilidade de admissão e de mortalidade hospitalar.

 

 

Aplicação Prática

Apesar de ser unicêntrico, este estudo se destaca pelo grande número de casos avaliados. O SI inicial registrado no DE mostra um aumento da probabilidade tanto de internação quanto de mortalidade hospitalar, especificamente usando-se um cut-off de SI >1,2. Esse é um dado que pode ser facilmente adotado na prática de pronto-socorro.

 

 

Bibliografia

Balhara KS et al. Clinical metrics in emergency medicine: The shock index and the probability of hospital admission and inpatient mortality. Emerg Med J 2016 Nov 24; [e-pub].

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal