FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Alopurinol" obteve 110 resultados.

Página:  de 11

20/11/2014

Remédios

Alopurinol

...ta crônica (artrite gotosa crônica). COMO AGE inibe uma enzima denominada xantina-oxidase, responsável pela conversão da hipoxantina em xantina, reduzindo assim a síntese de ácido úrico. COMO SE USA USO ORAL – DOSES • doses em termos de alopurinol. • após refeição. • tomar grande quantidade de líquidos durante o dia. • iniciar com 100 mg por dia e aumentar 100 mg por semana, até qu......

Ver Índice

04/01/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Alopurinol

... de Stevens-Johnson (menos freqüente). • Náusea (1,3%), vômitos (1,2%). • Insuficiência renal (1,2%). • Vasculite. • Dor de cabeça. • Sonolência. • Alopecia. • Agranulocitose (menos freqüentes), anemia (menos freqüentes), anemia aplásica (menos freqüentes), trombocitopenia (menos freqüentes). • Mielossupressão (menos freqüentes). • Hepatotoxici......

Ver Índice

14/05/2013

Revisões Internacionais

Doença articular induzida por cristal – N. Lawrence Edwards

...níveis séricos são mais baixos durante os ataques. Níveis séricos seriados no decorrer de vários meses e anos podem ser sugestivos da existência de risco de gota e do grau de severidade Radiografia Moderada, somente em casos de pacientes com doença crônica; pode ser difícil diferenciar até mesmo entre erosões típicas e outros tipos de erosões (p. ex., erosões observadas na artrite reumatoi......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

A

...strintestinais por nematódios t Ascaris lumbricoides, Ancylostoma duodenale, Necator americanus e Enterobius vermicularis t 400 mg, por via oral, em dose única; o tratamento pode ser repetido após 2 a 3 semanas, principalmente em enterobíase. Trichuris trichiura t 400 mg, por via oral, a cada 24 horas, durante 3 dias. Infecção por Strongyloides stercoralis t 400 mg, por via oral......

Ver Índice

21/03/2016

Revisões Internacionais

Reações Adversas a Medicações do Tipo Cutâneas

...no desenvolvimento de erupções farmacológicas fixas, incluindo fenolftaleína, naproxeno, ibuprofeno, sulfonamidas, tetraciclinas e barbitúricos. A patogênese das erupções farmacológicas fixas está parcialmente elucidada, ainda que as células T CD8+ intraepidérmicas com fenótipo de células efetoras/de memória residentes nas lesões de erupções farmacológicas fixas exerçam papel contribuidor importan......

Ver Índice

09/05/2014

Revisões Internacionais

Reações farmacológicas cutâneas adversas

...smo ou hipotensão, ou ambos. A febre não está associada à urticária nem às reações angioedematosas. Em geral, as lesões individuais da urticária duram menos de 24 horas, ainda que novas lesões possam se desenvolver continuamente. As reações adversas aos inibidores de ECA geralmente surgem em questão de horas após o início da administração do fármaco, mas podem se estender por 1 semana ou vários me......

Ver Índice

11/11/2010

Revisões

Gota

...es, podendo chegar a mais de 50.000 células/mm3. O diagnóstico diferencial que se impõe nessas condições é o de artrite séptica. Porém, a cultura e o Gram são negativos na gota e, geralmente, há cristais em forma de agulha com birrefringência negativa à luz polarizada. Essa mesma análise também pode ser feita na punção de um tofo. Figura 3: Aspirado de punção de tofo gotoso em cotovelo da paci......

Ver Índice

10/01/2011

Casos Clínicos

Artrite Gotosa

...ores de ácido úrico são relacionados com o risco de desenvolver gota; em pacientes com concentração de ácido úrico maior que 9 mg/dL, é de cerca de 4,9%. São preditores do desenvolvimento de gota: · valores da uricemia; · HAS; · uUso de diuréticos tiazídicos e de alça; · obesidade; · ingesta alcoólica importante. O ácido úrico quase sempre é presente na f......

Ver Índice

26/09/2010

Casos Clínicos

Manejo das Síndromes Decorrentes de Excesso de Células Sanguíneas

... realização. SÍNDROME DE LISE TUMORAL A síndrome de lise tumoral é uma emergência oncológica caracterizada por um conjunto de distúrbios hidroeletrolíticos (DHE) que surge em virtude da rápida destruição de um grande número de células malignas. Ocorre comumente em doentes com neoplasias hematológicas, sobretudo as que apresentam altos índices proliferativos e alta massa tumoral (p.ex., linfom......

Ver Índice

30/03/2016

Revisões Internacionais

Emergências em hematologia e oncologia

...des que se desenvolve em 3 a 6% de indivíduos com câncer em algum ponto no curso da doença.50-52 As metástases para a coluna são muito mais comuns em comparação com a avaliações clínicas. Até um terço de portadores de câncer têm metástases para a coluna no momento da morte; a maior parte dessas metástases não é detectada clinicamente.53,54 As malignidades mais comuns que produzem CMME são os cânce......

Ver Índice

Página:  de 11

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal