FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Cefaleia e Mialgia ha 2 Meses" obteve 117 resultados.

Página:  de 12

22/03/2010

Casos Clínicos

Cefaléia e mialgia há 2 meses

...a desta doença, que é a perda visual. O tratamento é a base de corticoterapia e, como ressaltamos previamente, deve ser instituída imediatamente na suspeita diagnóstica na dose de 40 a 60 mg ao dia prednisona. Alguns estudos recentes sugerem também o uso de aspirina em baixas doses como forma de prevenção de eventos isquêmicos. Cefaléia e mialgia há 2 meses Maurício Daniel Gattaz Euclides F. de A.......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...ofetila e micofenolato de sódio, sirolimo, tacrolimo, citostáticos alquilantes e antimetabólitos): aumentam o risco de infecção pelo rotavírus e/ou reduzem a efetividade da vacinação. Recomenda-se um intervalo de 3 meses a 1 ano entre o encerramento da terapia imunossupressora e a vacinação ou, quando possível, a vacina deve ser administrada 2 a 4 semanas antes do início do tratamento imunossu......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... dose de 1 mg, infundido por via intravenosa durante 10 minutos, neutraliza 80 a 100 UI de heparina, até 15 minutos após administração da mesma. t Transcorridos 15 a 30 minutos da administração de heparina, deve-se reduzir a dose de protamina à metade uma vez que a heparina já foi parcialmente depurada. t Transcorridas 2 horas ou mais, a dose de protamina deve ser reduzida a 0,25 a 0,375 mg p......

Ver Índice

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 4 – Sistema de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-vacinais

...ompletar o esquema com a DT (dupla infantil) Alertar os pais quanto às complicações da coqueluche Exame neurológico Investigação clínica e laboratorial especializada Convulsão Até 72 horas, quase sempre nas primeiras 12 horas 1/1.750 Notificar e investigar Tratamento: ver Anexo 2 Continuar esquema com DT ou DPT ou DTaP, caso disponível, com precauções (avaliar riscos) A......

Ver Índice

31/03/2015

Revisões Internacionais

Zoonoses Virais

...mia na Austrália.47 Clinicamente, o vírus da floresta de Barmah causa uma doença semelhante àquela produzida pelo vírus Ross River, contudo a erupção tende a ser mais florida e a artrite verdadeira é menos comum. Os surtos têm coincidido com os surtos de doença por vírus Ross River, sendo que o vírus da floresta de Barmah tem sido identificado nas mesmas espécies de mosquito que o vírus Ross River......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

L

... 30 minutos. Efeitos adversos t Sepse, caracterizada por calafrios, febre e dor de garganta (mais frequente). t Reações alérgicas, urticária (raras). t Trombocitopenia (rara). t Hepatotoxicidade, icterícia (raras). t Dispneia (rara). Aspectos farmacêuticos t Conservar sob temperatura ambiente, entre 15 e 30 ºC. Não congelar. t Observar orientação específica do produtor quanto a dil......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

P

... e glossite. Podofilina Cláudia Du Bocage Santos Pinto Marcela de Andrade Conti Na Rename 2010: item 20.4 Apresentação t Soluções 10% a 25%. Indicação t Condilomas anogenitais externos (condiloma acuminado). Contraindicações t Gravidez. Categoria de risco na gravidez (FDA): X (ver Apêndice A). t Lactação (ver Apêndice B). t Crianças. t Diabete. t Uso concomitan......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

R

...hepatites B e C crônicas e cirrose (ver Apêndice C). – hemofilia A e B, diabetes melito, dislipidemias, anormalidades na condução cardíaca e reações alérgicas. t Há risco de resistência cruzada com outros inibidores de protease. t Suspender o tratamento em caso de pancreatite. t A amamentação não é recomendada em pacientes infectadas por HIV (ver Apêndice B). t A solução oral contém pro......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...tema maculopapular eritematoso generalizado, linfadenopatia (sobretudo suboccipital, cervical e pós-auricular) e febre baixa. Em crianças, raramente ocorre poliartralgia ou poliartrite. A síndrome da rubéola congênita caracteriza-se por alterações oftalmológicas (catarata, retinopatia e glaucoma congênito), alterações cardíacas (estenose de artéria pulmonar e persistência do canal arterial), alter......

Ver Índice

08/08/2009

Revisões

Influenza (Gripe) Sazonal em pediatria

...omo marcador epidemiológico da atividade do vírus influenza. Impacto na Criança As crianças não têm apenas papel importante na propagação da epidemia de influenza. Atualmente, sabe-se que as crianças menores de 2 anos de idade apresentam morbidade semelhante à observada nos grupos de risco para infecção grave por influenza, caracterizada por elevada taxa de hospitalização, aumento do número ......

Ver Índice

Página:  de 12

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal