FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Esofagite Erosiva" obteve 12 resultados.

Página:  de 2

22/03/2018

Casos Clínicos

Esofagite Erosiva

... Algum grau de refluxo é fisiológico; entretanto, existe a doença do refluxo gastresofágico (DRGE), que é uma condição que se desenvolve quando o refluxo do conteúdo estomacal causa sintomas e/ou complicações. A DRGE é classificada com base no aparecimento da mucosa esofágica na endoscopia superior da seguinte forma: · Esofagite erosiva: caracteriza-se por rupturas visíveis endosco......

Ver Índice

05/10/2011

Casos Clínicos

Doença do refluxo gastresofágico (DRGE)

...aplica, de forma geral, para famotidina. Serão descritas apenas as diferenças. 1. Posologia Usualmente 20 mg VO 2 vezes/dia ou 40 mg antes de dormir. 2. Apresentação comercial Comprimidos de 20 e 40 mg (Famox®, Famoset®, Famotil®, Famotidine®, Famoxil®). Nizatidina O que foi descrito para ranitidina costuma se aplicar à nizatidina, com algumas particularidades. 1. Po......

Ver Índice

14/08/2012

Revisões Internacionais

Distúrbios esofágicos – Michael F. Vaezi

... do esôfago de Barret. Figura 3. Anatomia da junção gastresofágica (JGE) (a linha imaginária na qual o esôfago termina e o estômago começa, que corresponde ao alcance mais proximal das pregas gástricas). (a) No esôfago normal, a junção gastresofágica, a junção escamocolunar e o hiato diafragmático estão todos no mesmo nível. (b) No esôfago de Barrett, a junção escamocolunar é proxima......

Ver Índice

29/11/2013

Revisões

Esôfago: doença do refluxo gastresofágico

...erosões (nonerosive reflux disease [NERD]), constituem o grupo majoritário de pacientes com DRGE. Radiológico O exame radiológico contrastado do esôfago é indicado na presença de disfagia e/ou para melhor avaliar as dimensões de hérnia hiatal deslizante (Fig. 37.2). pHmétrico A pHmetria esofágica prolongada identifica e quantifica o refluxo ácido e pode apontar o índice de sintomas (corr......

Ver Índice

03/12/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Omeprazol e Omeprazol Sódico

...ou, se necessário 20 mg 1 vez ao dia. • Acima de 20 kg: 20 mg, por via oral, 1 vez/dia ou, se necessário 40 mg 1 vez ao dia. Administração • O uso intravenoso é extremamente limitado. A injeção deve ser feita por 5 minutos. • Para administração dos grânulos intactos através de sonda nasogástrica, dilui-se em bicarbonato de sódio 8,4% ou água. EFEITOS ADVERSOS2,4,5,9,12,13......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

O

... formulação injetável. t Reconstituir exclusivamente com o diluente que acompanha o produto. Após reconstituição é estável por 4 horas. t Para administrar por infusão, diluir em 100 mL de cloreto de sódio 0,9% ou glicose 5%. Quando diluído com cloreto de sódio 0,9% é estável por 12 horas e com glicose 5% por 3 a 6 horas. t O fármaco (fora do grânulo) é rapidamente degradado em meio ácido, mas a......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

.... Leucemia mieloide crônica (fase blástica) t Como monoterapia, administrar citarabina 1,5 g/m2/dia (altas doses), por infusão intravenosa contínua, por 4 dias. t 100 mg/m2/dia, por infusão intravenosa contínua, por 7 dias; mitoxantrona 12 mg/m2/dia, em bolo intravenoso, por 3 dias, OU daunorrubicina 45 mg/ m2/dia, em bolo intravenoso por 3 dias. Leucemia meníngea t Tratamento e profil......

Ver Índice

03/12/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Ranitidina

...4,5,9,13 Adultos Úlcera Péptica Gástrica e Duodenal Ativa • Oral: 300 mg, antes de dormir, por 4 a 8 semanas. Manutenção: 150 mg, antes de dormir. Condições Hipersecretórias Gastrintestinais • Oral: 150 mg, 2 vezes/dia, até 6 g/dia. • Intravenosa ou intramuscular: 50 mg, a cada 6 a 8 horas ou em infusão contínua: iniciar com velocidade de 1 mg/kg/hora e aumentar em incremen......

Ver Índice

22/07/2009

Revisões

Doença Mista do Tecido Conectivo

...ica. A elevação de aldolase e/ou CPK, mesmo sem clínica de miopatia, é importante para auxílio diagnóstico e deve ser pesquisada independente de sintomas. Certamente outras causas devem ser afastadas, como o uso de estatinas, tiroidopatia descompensada e toxoplasmose. A pesquisa de autoanticorpos é fundamental, já que o diagnóstico final depende da presença do anti-RNP em títulos maiores que 1/......

Ver Índice

02/05/2016

Revisões Internacionais

Doenças Vesicobolhosas

...I: therapy. Ophthalmologe 2008;105:405–19. 66.Stein JA, Mikkilineni R. Epidermolysis bullosa acquisita. Dermatol Online J 2007;13:15. 67.Raab B, Fretzin DF, Bronson DM, et al. Epidermolysis bullosa acquisita and in?ammatory bowel disease. JAMA1983;250:1746–8. 68.Caldwell JB, Yancey KB, Engler RJ, et al. Epidermolysis bullosa acquisita: ef?cacy of high-dose intravenous immunoglobulins. J Am Acad......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal