FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Imunoglobulina Rho d" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

22/01/2015

Remédios

Imunoglobulina Rho (D)

...imune e a formação de anticorpos em indivíduo Rho (D) negativo a células sanguìneas Rho (D) positivo. Como se usa Uso injetável – Preparação Imunoglobulina Rho (D) (solução) – Via intramuscular Estabilidade após aberto A solução deve ser descartada se tiver sido congelada. A solução é transparente ou levemente opalescente. A solução não deve ser usada se sofrer alteração de cor ou se co......

Ver Índice

23/07/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Imunoglobulina Rho (D)

...tiver partículas. ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa. USO INJETÁVEL – DOSES Profilaxia Imediatamente Pós-Parto 1 frasco, via intramuscular. A dose deverá ser aumentada se houver suspeita de grande exposição ao sangue incompatível. Profilaxia Anterior ao Parto Quando houver indicação, 1 frasco via intramuscular e......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

I

...bre. t Sinais de diabetes melito, hiperglicemia ou hipoglicemia. t Hipotensão aguda. t Exantema t Disfunção hepática t Nefrotoxicidade, oligúria t Perda de apetite, náusea Menos comuns: t Arritmias cardíacas, bradicardia e hipotensão. t Diarreia e vômito, alterações do paladar. t Azotemia, anemia, anemia hemolítica, hipocalcemia, hipomagnesia, hiperpotassemia, trombocitopenia, leuco......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Vacina Tríplice Viral contra Sarampo, Rubéola e Caxumba (SRC)

...e infliximabe. • Antineoplásicos aumentam o risco de infecção pela vacina viva. Pacientes que estiverem recebendo quimioterapia imunossupressora não devem ser vacinados. No caso de pacientes com leucemia em remissão, deve-se esperar pelo menos 3 meses entre o fim da quimioterapia e a vacinação com vírus vivos. No caso de pacientes que estiverem fazendo uso de azatioprina, a vacinação somente......

Ver Índice

04/04/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Imunoglobulina Anti-d (RH)

...06: item 7.3 SINONÍMIA • Imunoglobulina anti-Rho(D). APRESENTAÇÃO • Solução injetável com 250 microgramas e 300 microgramas. INDICAÇÃO1,2 • Profilaxia da doença hemolítica do recém-nascido. CONTRA-INDICAÇÃO1,2,6 • Hipersensibilidade a imunoglobulinas. PRECAUÇÕES1,2,6 • Pacientes Rh-negativo com anticorpos anti-D. • Pacientes Rh-positivo em tr......

Ver Índice

01/03/2013

Revisões Internacionais

Medicina transfusional – Harvey G. Klein

...osidade do que as outras subclasses de IgG. Como na leucoestase, a escolha entre a troca de plasma e a quimioterapia é guiada sobretudo pelos sintomas clínicos e a velocidade de sua progressão. A troca de plasma pode diminuir a viscosidade em questão de horas, enquanto a maioria das quimioterapias requer alguns dias para produzir este efeito.141 Apesar do papel exercido pelos anticorpos e imunoco......

Ver Índice

18/06/2015

Revisões Internacionais

Deficiências da Imunidade Inata e Adaptativa

...dL. Existem vários produtos disponíveis para uso intravenoso e cada um deles difere quanto ao estabilizador e ao processo de purificação. Pacientes individuais podem tolerar um produto intravenoso (imunoglobulina intravenosa [IVIg]) melhor do que outro, mas não há evidências de que um produto qualquer seja mais eficaz do que outro. As infusões subcutâneas parecem produzir menos efeitos colaterais ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...o da vacina, para atenuar o desconforto de eventos adversos. Aspectos farmacêuticos t Sinonímia: vacina contra meningite B e C; vacina contra meningococo B e C. t A vacina é constituída de proteínas purificadas da membrana externa do meningococo B, conjugadas com polissacarídeos capsulares do meningococo C e adsorvidos em gel de hidróxido de alumínio, tendo o tiomersal como conservante. t A......

Ver Índice

29/01/2016

Revisões Internacionais

Genética molecular do câncer

... os componentes essenciais da transformação maligna, embora a invasão tecidual e a metástase sejam as propriedades mais visíveis e ameaçadoras do câncer. As células cancerígenas invadem os tecidos vizinhos normais, penetram na base da membrana epitelial e no revestimento das células endoteliais e percorrem a corrente sanguínea ou as cadeias linfáticas até os órgãos mais distantes, onde saem da vas......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal