FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Insulinoterapia em Pacientes Com Diabetes Mellitus do Tipo 2" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

24/11/2016

Revisões

Insulinoterapia em Pacientes com Diabetes Mellitus do Tipo 2

...da 4-6h, insulina UR a cada 4h. Continua ou bolus apenas durante o dia Basal – 1 dose de NPH pela manhã Bolus durante o período de infusão contínua ou bolus e correção – insulina R a cada 4-6h, insulina UR a cada 4h. Intermitente Dose de insulina NPH associada a uma pequena dose de insulina R antes de cada bolsa de dieta enteral. As doses podem ser calculadas baseadas na glicemia antes......

Ver Índice

08/06/2018

Revisões

Tratamento da Hiperglicemia Persistente em Pacientes com Diabetes Mellitus do Tipo 2

...se considerar iniciar o tratamento com combinação de duas medicações ou iniciar insulinoterapia, pois a possibilidade de controle com monoterapia é pequena. Em pacientes em que a metformina não puder ser utilizada como monoterapia, opções incluem o uso de sulfonilureias, glinidas, pioglitazonas ou um inibidor da DPP-IV. O uso da insulina basal ou sulfonilureia como a segunda etapa é usualmente a ......

Ver Índice

03/11/2016

Revisões

Hipoglicemia em pacientes com diabetes mellitus

...oglicemia grave iatrogênica. Os defeitos combinados da resposta do glucagon e da epinefrina são, portanto, considerados como a síndrome de contrarregulação prejudicada, já que o glucagon afeta exclusivamente o fígado, enquanto que a epinefrina tem um efeito temporário sobre o fígado, mas um efeito prolongado sobre o rim, unicamente a produção de glucose hepática pode ser reduzida nessas condições.......

Ver Índice

08/12/2014

Revisões

Emergências hiperglicêmicas

... intravascular, portanto a reposição só deve ser realizada se sua concentração sérica estiver dentro da normalidade. É preciso lembrar que o tratamento da Cetoacidose costuma evoluir com hipocalemia, o que torna fundamental a reposição deste íon, que usualmente é realizada com 25-50 meq de potássio inicialmente, sendo posteriormente reavaliada a necessidade de nova reposição conforme os níveis sér......

Ver Índice

14/11/2013

Revisões

Diabetes Melito

...lares e são causadas devido a um estado hiperglicêmico sustentado. Além do próprio DM, existem outras comorbidades comuns em pacientes diabéticos, como, por exemplo, hipertensão e dislipidemia, que aumentam o risco de muitas dessas complicações. Figura 20.3 Alterações no metabolismo em estado de jejum absoluto. Fonte: Adaptada de Le e colaboradores.³ As complicações não vasculares ......

Ver Índice

11/05/2016

Revisões

Avaliação do Risco de Complicações Cardiovasculares Pós-Operatórias

...ceber, sem eventos adversos antes da cirurgia não pode ser assumido como sendo seguro para o uso perioperatório, desde que a hipotensão seja comum após a cirurgia. Embora alguns infartos do miocárdio perioperatório ocorram devido a trombose, o estudo POISE-2 mostrou que a aspirina não reduziu o risco de infarto do miocárdio, mas aumentou o risco de hemorragias graves. Neste estudo, os pacientes f......

Ver Índice

19/04/2009

Revisões

Manejo da Hiperglicemia no Diabetes tipo 2. Diretrizes da ADA e AEED

...olha, sendo definidas como “terapias não tão bem validadas”. Vale citar que, caso seja indicado uma glitazona, o consenso sugere que seja optado pela pioglitazona, visto que a rosiglitazona aumentou o risco de infarto agudo do miocárdio em 30 a 40% de acordo com metanálises recentes8,9 e a pioglitazona parece ter efeito neutro. Abaixo, transcrevemos um trecho do consenso: “Os membros da diretr......

Ver Índice

20/01/2017

Revisões

Nefropatia Diabética

...ério do sistema renina-angiotensina-aldosterona na nefropatia diabética; no entanto, o risco de hipercalemia e a falta de dados de eficácia e segurança a longo prazo sugerem cautela com essa combinação. Outra medicação, o bardoloxone com efeito antioxidante, demonstrou aumento da TFG, mas foi associado com aumento de eventos adversos cardiovasculares, e não pode ser recomendado. O controle dos ní......

Ver Índice

15/12/2008

Casos Clínicos

Cetoacidose diabética

...ulina foram especificados no texto. 5-Ceftriaxone 2 gramas EV 1 x ao dia. É necessário realizar o tratamento da infecção urinária concomitante da paciente, que possivelmente foi o fator precipitante da cetoacidose. O ceftriaxone é uma opção boa para este tratamento. Outra opção seria uma quinolona como a ciprofloxacina. A presença de febre indica ITU alta, portanto não é apropriado usar no......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal