FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Neutropenia Febril de Baixo Risco e Possivel Dar Alta do ps" obteve 8 resultados.

Página:  de 1

19/12/2014

Artigos

Neutropenia febril de baixo risco: é possível dar alta do PS?

...menos conservadora, dando alta do hospital para pacientes neutropênicos de baixo risco segundo o MASCC, fornecendo antibióticos orais e com reavaliação precoce em serviço ambulatorial. Bibliografia Mantami M, Conlon LW. Can we safely discharge low-risk patients with febrile neutropenia from the emergency department? Ann Emerg Med. 2014;63:48-51 (link para o artigo). Flowers CR et al. Ant......

Ver Índice

26/03/2015

Revisões Internacionais

Síndromes de vasculite sistêmicas

...s com creatinina > 2,0 mg/dL. Útil para manter a remissão; pode ser usado como terapia de indução primária com prednisona no tratamento de pacientes com GPA leve a moderada; monitorar níveis de LEU, creatinina e transaminase (causa hepatite e pode causar cirrose; evitar totalmente a ingesta de etanol); pode ser administrado por via oral ou injeção semanal; o ácido fólico diminui os efeitos c......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

D

...nças, adolescentes e pacientes psiquiátricos (risco de reação paradoxal). – neonatos e lactentes com menos de 6 meses de idade (há risco de icterícia grave). – lactação, evitar o uso do diazepam (ver Apêndice B). t Evitar o uso continuado por período superior a 6 meses. t Pode induzir dependência física e tem efeito cumulativo se não for corretamente intervalado. Esquem......

Ver Índice

01/03/2013

Revisões Internacionais

Medicina transfusional – Harvey G. Klein

... reações hemolíticas As diferenças patofisiológicas existentes entre as reações transfusionais hemolíticas imediatas e tardias são responsáveis por algumas das diferenças observadas entre estas reações em termos de achados clínicos. A febre é um sinal comum, que está associado a reações transfusionais hemolíticas tanto imediatas como tardias. Clinicamente, é provável que a hemólise seja mais se......

Ver Índice

30/03/2016

Revisões Internacionais

Emergências em hematologia e oncologia

...s de deficiência de G6PD; as amostras de sangue devem ser transferidas para o laboratório em gelo; risco de sensibilização de reações alérgicas; custo elevado. Hiperfosfatemia (fosfato > 6,5 mg/mL [> 2,1 mmol/L]) Minimizar a ingestão de fosfato. Ligantes de fosfato Diálise A dosagem depende do ligante específico de fosfato que for utilizado. Dieta com baixo teor de fósforo......

Ver Índice

01/09/2016

Revisões Internacionais

Hipertermia e febre e febre de origem indeterminada

... Tabela 3: Causas de Febre de Origem Indeterminada Infecções sistêmicas Tuberculose (miliar) Endocardite infecciosa (principalmente endocardite bacteriana, mas também endocardite com etiologia fúngica, febre Q ou clamídia) Bacteremia de um foco primário não aparente Meningococcemia crônica Brucelose Listeriose, vibriose, leptospirose, febre recorrente (causada por Borrelia ......

Ver Índice

11/03/2019

Revisões

Cólica Nefrética

...ício da enfermidade clínica ou surgir mais tarde no curso da doença; comumente, eles desaparecem entre 3 a 5 meses após o início da enfermidade, mas podem persistir por períodos mais longos de tempo. As reações falsas positivas são raras. A mononucleose infecciosa negativa para anticorpos heterófilos pode ser causada por CMV, VEB ou qualquer outro tipo de vírus. As medições de anticorpos específi......

Ver Índice

11/03/2019

Revisões

Herpesvirus Infections

...go na fase inicial da infecção, tem sido o método diagnóstico de escolha. Com frequência, o efeito citopático típico do vírus pode ser detectado em um período de 24 a 48 horas. A tipificação dos isolados poderá ser feita imediatamente por imunofluorescência e através de anticorpos monoclonais direcionados contra tipos específicos de antígenos. Às vezes, raspagens ou espécimes teciduais poderão se......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal