FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Risco de Insuficiencia Respiratoria no Periodo Pos Operatorio de Cirurgia Nao Cardiaca" obteve 50 resultados.

Página:  de 5

04/12/2017

Revisões Internacionais

Avaliação Médica De Pacientes Cirúrgicos

...abaté S, Mazo V, Canet J. Predicting postoperative pulmonary complications: implications for outcomes and costs. Curr Opin Anaesthesiol 2014;27:201–9. 59. Gupta H, Gupta PK, Fang X, et al. Development and validation of a risk calculator predicting postoperative respiratory failure. Chest 2011;140:1207–15. 60. Lichtenstein DA, Mezière GA. Relevance of lung ultrasound in the ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

A

...á prejuízo no efeito terapêutico. t Orientar para o uso durante todo o tempo prescrito, mesmo que haja melhora dos sintomas com as primeiras doses. Aspectos farmacêuticos t Armazenar à temperatura ambiente, entre 15 a 25 ºC. Manter ao abrigo do ar, calor, luz direta e umidade. t Observar orientação específica do produtor quanto a reconstituição, diluição, compatibilidade e estabilidade da s......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

D

...iva, por filtração glomerular e secreção tubular. t Meia-vida de eliminação: 36 horas (DCE normal); para pacientes com alteração da função renal, a meia-vida pode variar entre 3,5 a 5 dias. t O fármaco é removido por hemodiálise, diálise peritoneal, hemoperfusão e hemofiltração, porém somente em pequena quantidade. Efeitos adversos t Arritmias, alteração na condução. t Diarreia (3,2%), n......

Ver Índice

21/09/2012

Revisões Internacionais

Avaliação pré-operatória e cuidados com o paciente cirúrgico – Paul J. Grant, Amir K. Jaffer

...do. Usar a insulina em “conforme dextro” como única forma de controle glicêmico em geral é ineficiente e potencialmente perigoso. Por isso, para atingir as metas glicêmicas ideais, os médicos devem se sentir confortáveis em empregar os diversos tipos de insulina subcutânea de forma antecipatória e fisiológica.40 Distúrbios da tireoide Em geral, o hipotireoidismo não impõe problemas signific......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... de 150 mg, por via oral, a cada 12 horas, ou 300 mg antes de dormir, durante pelo menos 6 semanas. Dose de manutenção: 150 mg, por via oral, a cada 12 horas. Esofagite erosiva t Dose de 150 mg, por via oral, 4 vezes ao dia, durante até 12 semanas. Dose de manutenção: 150 mg, 2 vezes ao dia, por via oral. Dispepsia funcional t Dose de 150 mg, por via oral, a cada 12 ou 24 horas. Dose má......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

F

...ica com consequente diminuição da eficácia. Considerar o uso de um anticonvulsivante não indutor enzimático, com início de pelo menos 2 semanas antes de instituir a administração do irinotecano. t Lidocaína: pode ter suas concentrações plasmáticas diminuídas e efeito depressivo cardíaco aditivo. Esta associação deve ser feita com cautela. Monitorar função cardíaca do paciente. Se possível, evitar......

Ver Índice

10/09/2014

Revisões

Embolia pulmonar

...ptores da endotelina (bosentana, ambrisentana).4 Os mecanismos fisiopatológicos dessas entidades parecem ir além da simples obstrução mecânica, podendo provocar reação inflamatória pulmonar e sistêmica. As apresentações podem ser tanto agudas quanto crônicas, sendo necessário alto grau de suspeição. Na maior parte delas, o quadro é diverso da TEP aguda. O resumo de etiologia, apresentação clínica......

Ver Índice

11/07/2010

Revisões

Pós-Operatório de Cirurgia Cardíaca

...nea; · fibrilação atrial com instabilidade hemodinâmica; · complicações intra-abdominais; · obesidade; · tempo de circulação extracorpórea prolongado. Insuficiência Renal A insuficiência renal é um fator de risco independente para morbidade e mortalidade a curto e longo prazo no pós-operatório de cirurgia cardíaca. A incidência varia entre 2,9 e 7,7%, com um aumento do......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

I

...os primeiros meses até que a imunidade esteja estabelecida. Leishmaníase mucocutânea (L. braziliensis, L. aethiopica) t 4 mg/kg, por infusão intravenosa ou por via intramuscular, 3 vezes por semana, durante 5 a 25 semanas até que a lesão não seja mais visível. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes t Absorção: baixa pelo trato gastrintestinal; deve ser administrado por via paren......

Ver Índice

12/01/2015

Remédios

Fentanila Transdérmica

...beça; tumor cerebral; pressão intracraniana aumentada; trabalho de parto. Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes): Cardiovascular: diminuição dos batimentos do coração; inchaço. Dermatológico: coceira; suores; vermelhidão no local da apli- cação. Gastrintestinal: boca seca; constipação; náusea; vômito. Oftálmico: diminuição da pupila. Respiratório: depressão respir......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal